Aumentamos a taxa de reutilização

A Smart Printer aumenta taxa de reutilização

A Smart Printer trabalha para a concretização de uma economia circular ainda mais sustentável. Tratando a reciclagem como a última etapa da vida do cartucho

Como parte do seu compromisso contínuo com o meio ambiente, que abrange todos os princípios da economia circular – reduzir, reutilizar, reparar e reciclar consumíveis de impressão, a Smart Printer, especialista em consumíveis e soluções de impressão, aumentou a taxa de reutilização dos consumíveis de impressão. Com novas e inovadoras técnicas de limpeza e tratamento das carcaças dos tinteiros e toners. Esta inovação permite assim, reutilizar mais vezes os cartuchos com uma eficiência na qualidade de impressão muito superior e satisfatória. A empresa conseguiu aumentar as taxas de reutilização em pelo menos 17%, com tendência para subir esta percentagem.

Com uma tecnologia de reciclagem eficiente e medidas inovadoras principalmente na limpeza das carcaças vazias dos cartuchos de tinta, aliadas ao Sistema Smart Printer, com o objetivo de obter melhores resultados na reutilização do mesmo tinteiro. A empresa pretende com esta iniciativa aumentar de forma mais sustentável a economia circular, um conceito sofisticado que trata a reciclagem como a última etapa da vida do cartucho.

Os europeus consomem cerca de 58 milhões de toneladas de plástico por ano, dos quais 39% são eliminados e 31% são depositados em aterros. O que equivale a apenas 25,8 milhões de toneladas de plástico que podem ser reaproveitados, sendo que, atualmente, apenas 30% desse plástico é reciclado. A Smart Printer preocupada com esta situação, tenta contribuir para ajudar a resolver esse problema no seu campo de ação. Incentivando e aconselhando os seus clientes a reutilizar os seus consumíveis de impressão usados. Oferecendo assim a melhor qualidade e menor custo para o mesmo tipo de impressão como o original.

Ao priorizar os pilares de reutilização, restauração e reparação, para os consumíveis de impressão que poderão ser reaproveitados e reutilizados várias vezes. Se as peças de plástico que não possam ser reutilizadas novamente, são tratadas como um resíduo de valor. O que significa que esses produtos no final da sua vida útil são enviados para recolha de matérias plásticas, ferrosas e não ferrosas. Desse modo, são reciclados e transformados novamente em matéria-prima para novos produtos.

O processo de produção

Fatores como o custo e a logística tornam a reciclagem e a reutilização incrivelmente difíceis. No entanto, para criar um processo eficiente, devemos também ter em conta o processo de fabrico. Nesse campo, os fabricantes de consumíveis de impressão, também estão empenhados em mostrar aos consumidores o seu interesse. Principalmente na reciclagem desses produtos que envolvem uma ampla gama de compostos de plástico, diferentes graus de qualidade e designs específicos de cada marca. Esta combinação de fatores significa que os fabricantes têm boas condições para reutilizar ou reciclar as suas próprias peças ou produtos de plástico. Um facto que não escapou à atenção dos legisladores, que cada vez mais consideram que os sistemas de devolução dos produtos são a solução.

Neste sentido, a Smart Printer também contribui eficientemente para encorajar e prestar todo o seu apoio e consultadoria aos seus clientes. O esclarecimento visa a que estes se sintam confortáveis com a ideia da reutilização. Bastando para isso trazer os consumíveis vazios às suas instalações ou devolvendo-os, para que possam ser tratados e reaproveitados de forma eficiente. Tornando-os em produtos testados e garantidos pela qualidade e ainda com mais durabilidade. Na grande maioria, estes produtos ficam com mais quantidade de tinta proporcionando uma maior rentabilidade. Está comprovado pelas centenas de clientes que já usam os nossos produtos há mais de doze anos.

A indústria de impressão tem uma vasta experiência nesta área. Durante muitos anos, os clientes devolveram os cartuchos de tinta e toner aos fabricantes. Isto tem constituído uma oportunidade que tem vindo a permitir aos fabricantes inovar e melhorar através da análise pós-uso. Mas será que é mesmo assim que funciona na generalidade?

A Smart Printer e outras empresas do ramo, nesta matéria encontram imensas dificuldades em colocar em prática todo o esforço dedicado a reutilizar estes produtos. Cada vez mais os fabricantes de produtos de impressão, aprimoram os equipamentos com tecnologias que impedem o uso destes produtos. São detetadas falhas nos equipamentos em aceitar e usar produtos que não indiquem níveis novos de tinta, ou então por não serem genuínos.

Todos os tinteiros que são reutilizados ou reenchidos, na sua grande maioria, irão aparecer com o nível de tinta esgotado. O que em alguns equipamentos vai perturbar o bom funcionamento do equipamento. Não é tanto o motivo de não conter tinta original, mas sim o facto de estas identificarem que não são genuínos. Os algoritmos do software instalado nesses modelos degradam o bom funcionamento. Muitos produtos que poderiam voltar a ser reutilizados, são simplesmente abandonados pelos utilizadores, em muitos casos acabam no lixo doméstico ou empresarial.

Genuinamente mais verde, genuinamente melhor

Como se poderá obter bons resultados na reutilização, quando os principais fabricantes de produtos de impressão promovem o contrário. Com produtos e software que fabricam? Até usam um “slogan” como: “Os consumíveis de impressão muitas vezes não são reutilizáveis ou recicláveis devido à sua composição de material indecifrável. A única maneira de contribuir para a proteção do meio ambiente é utilizar consumíveis originais.

Desta forma e usando softwares que implicam exclusivamente o uso de produtos novos e originais, violam a liberdade de reutilização por outros mecanismos eficientes para o mesmo objetivo, ou seja, a preocupação com o Planeta Terra e o meio ambiente são postos apenas no outdoor, onde fica a economia circular? Não é só o ambiente que é colocado em causa, mas também, a poupança significativa de dinheiro para o consumidor. No uso de produtos reenchidos ou remanufaturados de grande qualidade, como os produzidos pela Smart Printer. O consumidor aderindo à reutilização, vai poder poupar, o Planeta Terra, o ambiente, menos aterro inadequado, dinheiro e poupa ainda recursos naturais, como a água. Já pensou nisto?

Data de publicação 28-09-2021

Inspirado na economia circular

Edição e comentários Paulo Gouveia

Similar Posts

Deixe uma resposta